29 de fevereiro de 2012

Dica de leitura 3: Jornalismo Diário



Jornalismo Diário busca responder as dúvidas mais comuns de jornalistas iniciantes ou que já estão trabalhando em redações. O texto é bem prático e dá para aprender muito. Apresenta, passo a passo, lições e dicas da área, desde como saber o perfil de um bom jornalista até os primeiros dias na reportagem, passando por autoavaliações, principais ferramentas de trabalho, apuração, entrevistas, fontes, lides e estilo, e como ingressar no mercado de trabalho.

A autora é a jornalista Ana Estela de Sousa Pinto que ministra o Programa de Treinamento da Folha há mais de dez anos, tempo que lhe permitiu dar exemplos de boas práticas para aprimorar as habilidades das pessoas interessadas na tarefa do jornalismo.

Vale a pena ler, principalmente quem gosta de jornal impresso. 

28 de fevereiro de 2012

Matérias que fazem a gente suar a camisa



Essa matéria foi uma das que mais me deu dor de cabeça. Não pelo texto, mas pela situação confusa entre Prefeitura, mototaxista e Ministério Público. No final das contas o imbróglio continua até hoje. Não houve acordo entre as partes e o problema só teve a solução protelada.  

27 de fevereiro de 2012

PM distribui cartilha de atendimento a deficientes



Sempre gostei de fazer matérias que não fossem tão convencionais. A Polícia Militar do Estado de São Paulo, além de prender, apreender e repreender possui projetos muito interessantes. A cartilha mostrada na matéria acima foi distribuída a todos os militares do Estado onde ensina os próprios militares a lidarem com pessoas portadoras de necessidades especiais, de física a auditiva.

Foi uma matéria simples de fazer, mas grandiosa por mostrar o que normalmente não se vê nos jornais. 

24 de fevereiro de 2012

Projeto Experimental de Comunicação “Jardim Aeroporto: sob um novo olhar”, é usado como pesquisa

Apresentação - Carol e eu apresentando o TCC em 2010

Feliz em saber que o TCC que fiz com minha amiga Ana Carolina Diniz Costa tem servido de pesquisa. É o que mostra a matéria publicada na edição do Jornal Comércio da Franca de Terça/Quarta-feira desta semana, que conta sobre a história e expansão do Complexo Aeroporto e nosso trabalho foi mensionado na matéria como fonte de pesquisa.


Orgulhosa!!!

JARDIM AEROPORTO Uma ‘cidade’ dentro de Franca: complexo Aeroporto em expansão
Confira a matéria da repórter Nelise Luques pelo link.

23 de fevereiro de 2012

Dica 2 de leitura: Jornal Nacional: Modo de Fazer




Este livro tem o objetivo de mostrar de maneira clara, mesmo para quem não é profissional do jornalismo, como é construído, dia a dia, o telejornal de maior audiência do Brasil.

Quais são os critérios para selecionar os assuntos publicados pelo Jornal Nacional, como são feitas as reuniões, como são as participações das afiliadas da emissora nesse jornal. Tudo é explicado nesse livro e contado de forma leve pelo apresentador e editor-chefe William Bonner.

Para quem gosta de telejornal, como eu, esse livro deve ser lido sempre, pois mostra como acontecem as mudanças e como esse profissão deve ser flexível a elas. 

17 de fevereiro de 2012

Bombeiros buscam ‘ajuda’ para continuar projeto em escolas

Parceria - Eu com os soldados Edmilson e Rubim na pauta em 2011

O Programa Bombeiros nas Escolas está parado em Franca por falta de patrocínio. Desenvolvido em escolas estaduais e particulares o projeto ensina à alunos do 9° ano noções básicas de prevenção, salvamento, resgate, incêndio e meio ambiente. Desde a sua criação, em 1984, já formou mais de cem mil jovens em Franca e região, mas desde junho as aulas deixaram de acontecer, pois os bombeiros estão sem ajuda financeira para confeccionar o material didático utilizado no curso.
                                          
O projeto conhecido como PBE (Programa Bombeiros nas Escolas) acontece semestralmente em escolas de Franca e da região. As apostilas são impressas anualmente por parceiros. No ano passado, após receber membros do projeto em salas de aula, uma escola particular se interessou e firmou parceria com a corporação. Foram impressas 800 apostilas. Em um ano e meio de aula, sobraram 75. Para os próximos meses os militares não sabem qual será o futuro do projeto. 

O curso funciona como aula extra nas unidades educacionais. São oito aulas teóricas e duas práticas. As aulas práticas são adaptadas ao porte físico e idade dos alunos. No último semestre foram instruídos 472 alunos. No material contêm informações sobre o projeto e sua funcionalidade. Instruções sobre os procedimentos que devem ser tomados em casos de incêndio com gás de cozinha e combustíveis.

Outras orientações são feitas sobre como usar extintores, agir diante de um sangramento. Os alunos aprendem como detectar o problema da vítima, se ela está com hemorragia, convulsão, desmaios ou queimaduras. Há itens de prevenção sobre as atividades do Corpo de Bombeiros e situações de salvamento como afogamento e enchentes. Dicas sobre animais peçonhentos, meio ambiente e a importância de não usar os telefones de emergência parta trotes também são abordados.

Ao final do programa os alunos recebem um certificado. Segundo o capitão responsável pela corporação dos bombeiros em Franca, Cleotheos Sabino, quem tiver interesse em participar do programa e ter o nome de sua empresa vinculada na apostila, deve procurar o batalhão ou entrar em contato por telefone pelo (16)3723-9200.


16 de fevereiro de 2012

ONG Secos e Não Molhados, vale a pena conhecer

Uma das pautas mais gostosas e ricas que fiz foi essa na ONG Secos e Não Molhados. Um trabalho feito com amor e também com dedicação e responsabilidade de todos os envolvidos. Desde a diretoria até os voluntários mais novatos.
O trabalho pode ser conhecido através da matéria que produzi. De tão lindo, me emocionei quando estive no local. 

15 de fevereiro de 2012

Dica 1 de leitura: O Repórter do Século

Estou lendo o livro Repórter do Século, de José Hamilton Ribeiro, um dos mais importantes repórteres da história da imprensa brasileira. 50 anos de carreira, 25 só de Globo Rural, o jornalista de 75 anos é ganhador de vários prêmios Esso e traz algumas de suas mais importantes reportagens em mais de 50 anos de vitoriosa carreira.

Livro recomendadíssimo aos bixos de jornalismo. Na verdade a leitura dessa compilação de grandes obras de José Hamilton deve ser lido obrigatoriamente por estudantes e profissionais da área.

Boa leitura.

14 de fevereiro de 2012

Quer seguir carreiro no Corpo de Bombeiros? Se liga na dica


Vídeo produzido em 2011 no Grupamento do Corpo de Bombeiros de Franca.

Assista e se atente às dicas de quem segue a profissão que é sonho de criança.

13 de fevereiro de 2012

Consciência de separar o lixo reciclável



Quando produzi essa matéria sobre a usina de reciclagem de Franca, tive a simples intenção de entender como o lixo que eu separo na minha casa chega até as mãos dos trabalhadores diariamente.

Quando cheguei à usina, que fica no Distrito Industrial, fiquei perplexa. Muito lixo orgânico misturado com lixo reciclável. Moscas, mosquitos e muito odor. As embalagens de leite foram devidamente enviadas para a separação do lixo, mas não foram lavadas adequadamente.

A matéria deu repercussão e além de aprender a separar meu lixo, a matéria ensinou a comunidade a ter consciência de separação.

Leiam a matéria.  

10 de fevereiro de 2012

Passa ano e entra ano tudo continua igual

A Polícia Militar de Franca vive mais um embate contra jovens vândalos que se aglomeram em um posto de combustível no Distrito Industrial da cidade.
Em fevereiro de 2011, quando estava no Jornal Comércio da Franca, fiz matérias sobre a ação de vandalismo dos jovens. Portas de banheiro quebradas, pichação das paredes e furtos nas lojas de conveniência. Outra matéria que produzi mostra que percorri da meia-noite às três da manhã  vários postos de combustível da cidade para constatar a ação da PM e a expulsão dos jovens.
Este ano mais uma vez a guerra entre PM e vândalos que ficam em postos de combustíveis criando confusão acontece novamente. Os noticiários da cidade trouxeram vídeos da câmera de segurança mostrando a intervenção da polícia no local.
Mudança? Somente a data, a questão continua a mesma.
Leia a matéria feita por mim, logo abaixo.

9 de fevereiro de 2012

Ler...tem coisa melhor?!

Durante a graduação de jornalismo eu li menos que gostaria. Eram muitos os livros recomendados pelos professores e quase não comprei livros que realmente me levam para uma viagem bacana.
Nos quatro anos de faculdade, somente no 3º ano tive mais oportunidade de ler os livros que gosto por conta das ‘janelas’ na grade curricular. Deste tempo pra cá (2009) tenho comprado mais e mais livros.
Gosto de livros que falam de jornalismo, de jornalistas contando suas experiências, livros que compilaram reportagens de grandes nomes do jornalismo brasileiro. Hoje eu lanço no meu blog uma série de dicas de leitura com títulos e sinopses.
A partir de então semanalmente vou colocar um pouco do que tenho em minha minibiblioteca para meus leitores.
Espero que gostem.

Minibiblioteca - Um pouco do que gosto de ler  


8 de fevereiro de 2012

Quer ser um policial militar em SP? Atente-se às dicas

video

Vídeo que produzi quando trabalhava no GCN (Grupo Correa Neves) de Comunicação.
O VT é dirigido aos interessados em seguir carreira militar na PM do Estado de São Paulo. O vídeo foi produzido o ano passado, mas as regras continuam as mesmas.
Assista e deixe seu comentário.

7 de fevereiro de 2012

Sim, jornalista também é sentimental

Praia do Recreio - Me inspirando no Rio de Janeiro

Mesmo que eu tente eu não consigo escrever aquelas lindas poesias de antes. Faz quatro anos que tento, pego uma folha em branco, uma caneta e fico horas pensando, sentindo, ouvindo, mas não sai nada.
Tenho cerca de 25 poesias guardadas no fundo do baú, mas para quê publicá-las se hoje elas não fazem mais parte de mim. São sentimentos que tive há tanto tempo e que hoje não correspondem com os que sinto.
A vida mudou muito desde o meu primeiro poema. Meu coração era ocupado pelo vazio e pela vontade de encontrar um príncipe encantado. Isso demorou tanto para acontecer. Mas enfim, aconteceu.
Só não entendo porque quando sofria por amor ou pela falta dele, as palavras saltavam junto com as minhas lágrimas e hoje que sou a mulher mais feliz do mundo, não consigo escrever uma linha sobre a minha linda história de amor.
Sim jornalista também é sentimental.

6 de fevereiro de 2012

Internação na Fundação Casa cresce 93% em 2010

Essa foi a segunda vez que estive na Fundação Casa de Franca.
Se não fosse a fachada, toda fechada, o local seria parecido como uma escola. Várias salas, computadores, pinceis, tintas, uniformes, refeitório, dormitórios coloridos e quadra de esportes.
No local os “alunos” são tratados com muita disciplina, mas também com muito respeito.

3 de fevereiro de 2012

Emoção forte também senti quando estive na Fundação Casa pela primeira vez.
Também senti medo, mas gostei da experiência. No local é realizado vários trabalhos com os jovens. As famílias dos adolescentes são acompanhadas por psicólogos e assistentes sociais da Fundação.
Esperança que cada um siga seu caminho e não volte mais para o crime. Em Franca são a reincidência não chega a 5%.

2 de fevereiro de 2012

Ser jornalista é...

Ser jornalista  é morrer quando precisa entregar a matéria, mas não acha nenhuma fonte;
Ser jornalista é ficar pensando na matéria a noite inteira, mesmo que ela tenha dado certo;
Ser jornalista é esconder as lágrimas quando a vontade é chorar perante pautas que derrubam até a alma;
Ser jornalista é torcer para um final feliz, mesmo sabendo que isso não vai acontecer;
Ser jornalista é criticar com embasamento e responsabilidade;
Ser jornalista é mesmo com ódio da pauta, do editor ou da fonte, é sentir que o coração bate rápido pelo simples fato de ter escolhido a melhor profissão do mundo!

1 de fevereiro de 2012

Da saga cadeia....

Já essa foi a primeira matéria dentro de uma cadeia.
Foi um mistura de sensações. Medo, angústia, tristeza, conquista.
Por isso é bom ser jornalista, a gente vai do céu ao inferno no mesmo dia.